Chat Online

Saiba quando ir ao geriatra aqui

A geriatria é uma especialidade médica que tem a função de cuidar do paciente para que ele chegue à velhice e, também, para que passe por ela da forma mais saudável e descomplicada possível.

Não existe uma idade certa para ir ao geriatra. Há uma especulação de que pessoas com mais de 60 anos devem procurar a especialidade, enquanto que muitos médicos já recomendam a procura por volta dos 40. No entanto, o sintoma de alguma doença já pode ser um motivo para a consulta.

Vamos conversar mais sobre o tema e sobre sinais que indicam quando ir ao geriatra? Acompanhe a leitura!

O que um geriatra faz?

Existem médicos clínicos gerais e existem médicos especialistas. Um clínico geral é capacitado para tratar de condições diversas em pacientes com idades variadas, é o caso do cuidado a doenças como viroses e resfriados. Ele sabe de tudo um pouco e isso pode ser muito útil e prático às vezes.

No entanto, a consulta com um clínico pode não oferecer o aprofundamento em quadros específicos, necessário para diagnósticos e tratamentos mais precisos. Um especialista é focado em estudar a fundo determinada área, sendo capaz de responder muitas questões que fogem da alçada do generalista.

Assim, o geriatra é o especialista em cuidar do desenvolvimento do ser humano a fim de que ele tenha uma velhice saudável, conseguindo realizar suas atividades e com a menor dependência possível. Esse médico pode atuar, então, de forma preventiva, para que possamos nos tornar idosos independentes e cheios de vitalidade.

Em alguns momentos, ele também pode agir de maneira interventiva e paliativa. Ou seja, quando a pessoa já é idosa e manifesta doenças próprias da idade. Nessa atuação, ele faz avaliações, prescreve tratamentos ou ainda, caso necessário, age em conjunto com outras especialidades, como neurologia, oftalmologia ou urologia.

Quando ir ao geriatra?

Como dito no início, não há idade exata para ter uma consulta com o geriatra. Mas, quanto mais cedo você puder fazer um check-up com esse médico, mais chances vai ter de envelhecer com saúde. No entanto, há alguns sinais apresentados que podem indicar a necessidade da procura. São alguns deles:

  • menopausa precoce;
  • adultos que tiveram genitores com doenças degenerativas;
  • perdas constantes de memória;
  • quedas frequentes;
  • mudanças de comportamento;
  • dificuldade para realizar tarefas que antes eram fáceis;
  • estar acima dos 60 anos;
  • ter por volta de 40 anos e querer envelhecer com saúde.

Geralmente, na consulta, o médico fará uma pesquisa de como é o cotidiano do paciente. Ele perguntará se ele ainda trabalha e buscará compreender como são as relações no ambiente de trabalho, o que exatamente faz, se pratica atividade física, se mantém relações amorosas, como anda a vida sexual e se passa por situações estressantes no dia a dia. O geriatra vai questionar o paciente ainda sobre alimentação, remédios e estado psicológico.

Ele buscará obter um apanhado geral sobre a rotina da pessoa. A depender dos sintomas e da idade do paciente, conhecer e levar a cabo uma conversa com os familiares também será de grande valia. Esse médico também poderá pedir exames complementares, dependendo do que foi relatado, como neurológicos, tomografias, eletrocardiograma, hemograma, etc. 

Enfim, chegar na velhice é algo esperado e natural para todos. A questão é: você quer chegar nessa fase e ainda estar sadio ou chegar lá com limitações superiores às já prováveis? A chave para a primeira opção é a prevenção. Ela deve ser vista como uma regra para que sempre tenhamos saúde. E então, você já sabe quando ir ao geriatra?

Aproveite e se antecipe, agindo com precaução. Marque sua consulta na Clínica do Shopping, ao clicar no link, e conheça nossos especialistas!