Chat Online

Onde você está?

Exame de sangue: entenda para que serve um hemograma

Entende a importância de fazer um exame de sangue? Sabe o que um hemograma completo pode detectar? Se não, leia já este artigo para se informar!

Você ainda não sabe para que serve hemograma e nem a importância de fazer um? Vamos explicar!

Frequentemente solicitado como exame de rotina, o hemograma avalia os 3 grupos de células sanguíneas, a saber:

  • glóbulos vermelhos — hemácias;

  • glóbulos brancos — leucócitos;

  • plaquetas.

Esse exame indica a quantidade dessas células no sangue e mostra se os níveis estão baixos, normais ou altos. Os resultados podem apontar diversas condições de saúde, como anemia, leucemia, infecções, entre outros.

Neste artigo vamos falar sobre a importância de fazer um hemograma completo, o que o exame pode detectar, quando ele é indicado e como é o procedimento. Quer saber mais? Então, continue acompanhando!

A importância do exame

Não é à toa que esse exame é pedido com frequência: ele é de fácil execução e os resultados podem ser interpretados com facilidade. Em caso de doença, por exemplo, os resultados podem ser vistos antes mesmo de o paciente apresentar sintomas físicos, daí a importância de fazer um check-up regularmente.  

Quando o paciente apresenta alguns sintomas característicos, o hemograma pode servir como uma investigação de diagnóstico. Por meio das informações apresentadas, o médico pode identificar diferentes anomalias no organismo e saber por que o nível de determinado grupo de células está muito alto ou muito baixo.

O que o hemograma completo pode detectar

Quer saber o que um hemograma pode detectar e entender um pouco sobre a avaliação das células sanguíneas? Vamos lá!

As hemácias, mencionadas acima junto com os outros 2 grupos de células do sangue, são responsáveis pelo transporte de oxigênio. Se o seu nível estiver muito alto, por exemplo, pode indicar policitemia; se estiver muito baixo, pode indicar anemia ou hemorragia. 

Os leucócitos, por sua vez, são as células de defesa do corpo. Um nível elevado pode indicar infecções, morte de algum tecido etc.

Já as plaquetas são responsáveis pela coagulação do sangue. Se estiverem baixas, podem ocorrer sangramentos, manchas avermelhadas ou roxas na pele, entre outros sintomas.

Por meio dos resultados apresentados, o exame auxilia o diagnóstico de:

  • problemas no sistema imunológico;

  • anemia;

  • hemorragia;

  • distúrbios na medula óssea;

  • alguns tipos de câncer, como leucemia;

  • infecções e inflamações;

  • reações aos medicamentos;

  • entre outros.

E não pense que é necessário gastar muito para fazer o exame e ter um bom atendimento médico. Conseguir medicina acessível é possível, inclusive em clínicas que trabalham com várias especialidades.

Quando o hemograma é indicado e como é o procedimento

O exame é indicado caso seja necessário acompanhar o tratamento de um paciente, como para ver se há reações aos medicamentos, se há melhoras no quadro, analisar a quantidade de sangue perdido em uma hemorragia, fazer um check-up regular ou, então, caso o paciente apresente sintomas como:

  • fadiga;

  • fraqueza;

  • febre;

  • inflamações;

  • sangramentos.

O procedimento é simples, exigindo apenas que o paciente vá até um laboratório ou uma clínica para realizar a coleta de sangue. A princípio não é necessário fazer jejum antes de realizar o hemograma completo; caso outros exames complementares sejam solicitados, o médico indicará o que deverá ser feito. 

Neste artigo vimos para que serve hemograma e percebemos a importância de um exame simples para verificar diversas condições de saúde, que podem ser tratadas antes mesmo de o paciente apresentar sintomas físicos. É importante lembrar que a avaliação dos resultados deve ser realizada pelo próprio médico — e se tudo estiver bem, o que acha de considerar a doação de sangue

Gostou das informações? Já sabe para que serve hemograma? Ótimo! O que acha de se informar ainda mais? Acesse nosso artigo sobre anemia!